BLOG

29/09/2020 - Candidatos

Os desafios de trabalhar no exterior

A busca por segurança e uma melhor qualidade de vida levam muitas pessoas a irem trabalhar no exterior, seja aceitando propostas das empresas onde já trabalham ou conseguindo uma oportunidade fora do Brasil. Sem dúvida, é uma ótima maneira de melhorar o currículo, conhecer novas culturas, aprimorar o idioma do país em questão, aprender novas habilidades, ganhar amadurecimento pessoal, aprender a lidar com as diferenças e desenvolver autoconfiança.

 

Porém, é importante saber que trabalhar em outro país é diferente de trabalhar no Brasil. Confira alguns desafios!

 

Os desafios de trabalhar no exterior

 

1) O processo de adaptação no exterior pode levar meses ou até mesmo anos por conta das diferenças culturais entre um país e outro. É importante que se esteja aberto para aprender e entender sobre uma nova cultura sem preconceitos.

2) Por mais fluente que você seja em uma segunda língua, trabalhar imerso em um ambiente onde ninguém fala português não é uma tarefa fácil. É necessário ter paciência para se comunicar. Se os colegas de trabalho estão falando sua própria língua materna, o desafio será acompanhar a rapidez com que conversam e as gírias que usam. Se eles estão usando uma segunda língua, a dificuldade será lidar com sotaques e diferentes níveis de fluência.

3) Você vai aprender novas maneiras de se organizar e fazer as coisas. Afinal, cada empresa é diferente. E por mais que você esteja trabalhando na mesma companhia que trabalhava no Brasil, os processos em cada país são diferentes. Portanto, atente-se às regras e em como os colegas do trabalho se comportam. Esteja disposto a mudar e a aprender.

4) Os chefes ou outros colegas estrangeiros podem ser mais diretos na hora de dar feedback e apontar alguma questão do seu trabalho. Você precisa estar com a cabeça aberta para receber críticas, sem levar para o lado pessoal, nem ficar chateado. Não entenda como falta de educação, é apenas mais uma diferença cultural.

5) O horário de almoço como temos no Brasil também é algo que não existe no exterior. Raros são os almoços em algum restaurante junto com os colegas de trabalho e durante uma hora. Geralmente, as refeições duram de 20 a 30 minutos e acontecem na própria empresa.

6) No Brasil, o hábito de ter amigos no âmbito profissional é comum, vide nosso costume de fazer happy hour próximo das empresas, festas nos finais de semana, comemoração de aniversários dentro do ambiente de trabalho. As pessoas em outros países costumam separar a rede de relacionamentos pessoal e profissional. Então, pode ser mais difícil fazer amigos no trabalho, com quem irá conviver fora da empresa.

 

Nós, da Avance-Authent, acreditamos que trabalhar em outro país é uma experiência bastante enriquecedora que resultará no aprimoramento de sua carreira. Como somos uma multinacional com um profundo conhecimento do idioma japonês e da cultura corporativa japonesa, temos a “Japan Desk”, uma divisão especializada no atendimento específico às empresas multinacionais japonesas que procuram candidatos brasileiros para preencherem suas vagas.

 

 

Post relacionados

20/10/2020 - Candidatos, Recrutadores

As empresas podem contribuir para um ambiente em que cada funcionário desenvolva a sua inteligência emocional, fazendo com que os profissionais alcancem melhores resultados. Saiba mais em nosso blog.

13/10/2020 - Candidatos

Para que você não caia em armadilhas, veja a lista que a Avance-Authent preparou com os principais erros de etiqueta online.

06/10/2020 - Candidatos

Confira as dicas que separamos para você se dedicar a essa mudança profissional, fazendo com que a oportunidade de crescimento e satisfação fique muito mais próxima.

Rua Estela, 515 · Bloco E · 17º andar Cj. 171 e 172
Vila Mariana - CEP: 04011-002 · São Paulo/SP

+55 11 5906-7500

+55 11 3262-5562