BLOG

23/07/2019 - Candidatos

5 dicas para se sair bem em um processo seletivo

Aprenda a ser um profissional de destaque no mercado de trabalho.

A busca por uma colocação ou recolocação no mercado, sobretudo nos dias de hoje, não é uma tarefa fácil. Além do disparo de muitos currículos, o candidato ainda precisa passar pelo “temido” processo seletivo.

Com duas ou mais etapas, o processo seletivo varia de empresa para empresa, mas, geralmente, costuma contar com uma entrevista individual, aplicação de testes psicológicos e atividades práticas, bem como dinâmicas de grupo.

Em algumas empresas, o processo seletivo é feito grande parte em um só dia, o que para uns acaba sendo mais prático – principalmente para aqueles que estão empregados e querem trocar de emprego –, e para outros acaba parecendo bem mais desgastante.

Independentemente do formato a ser encarado, você, candidato, deve estar preparado para se comportar de maneira adequada e se destacar diante dos demais participantes – vistos como concorrentes, nessa circunstância.

Se você já participou de um ou mais processos, deve ter ficado se perguntando onde errou ou acertou, para ser ou não convocado para próxima fase, e até mesmo contratado.

Agora, se você está se preparando para a primeira vez, deve estar ansioso por esse momento e sem saber ao certo como se comportar.

Por isso, os profissionais da Avance Authent separaram algumas dicas para você se sair bem em um processo seletivo.

1. Seja coerente, sem discursos ensaiados

Estar pronto para responder todas as perguntas do entrevistador, não significa decorar frases de efeito e histórias prontas. Pode parecer difícil, mas isso é resultado do seu autoconhecimento.

Quando você sabe quem você é e quais são seus objetivos profissionais, suas respostas na entrevista do processo seletivo ficarão mais fluidas, coerentes e, claramente, mais sinceras.

Outro ponto é evitar resumir o seu currículo como se estivesse ditando uma lista. Esse ato pode soar ensaiado, e qualquer possível esquecimento pode remeter a “falhas” ou “invenções”. Faça um elo entre os momentos da sua vida acadêmica e profissional, abordando situações relevantes e desafiadoras, e destacando os principais aprendizados.

2. Controle suas emoções

Essa, com certeza, é a atitude mais difícil, mas também a mais recompensadora. Esteja confiante nas suas competências e habilidades, e não se deixe abater – ou paralisar – ao ter que responder perguntas ou testes complicados.

A maioria dos questionamentos feitos em um processo seletivo não possuem respostas certas ou erradas. O recrutador irá avaliar a reação do candidato, seu jogo de cintura e se há um raciocínio lógico em sua resposta.

Bom humor e autoconfiança são fundamentais.

3. Saiba falar sobre seus pontos de melhoria

Aquela máxima de que “todo mundo pode ser uma pessoa melhor” não está incorreta e, sim, muito provavelmente o recrutador irá querer saber sobre os seus pontos de melhoria em um processo seletivo.

Nesse momento, o mais indicado é que você seja sincero. E, se está com medo de se prejudicar, lembre-se: você não precisa ficar dando ênfase ou se alongando no ponto de melhoria, pelo contrário, essa é a hora de mostrar que se conhece bem, mas, principalmente, contar o que tem feito de concreto para melhorar essa característica negativa.

Um jeito apropriado e bem legal de fazer isso é contar um feedback que um gestor já tenha lhe dado sobre algum ponto a melhorar, e como vocês trabalharam para conseguir essa melhora.

Outra dica importante nesse aspecto é evitar falar de características que possam ser vistas como qualidade, como “detalhista” ou “perfeccionista”. Elas são clichês e podem não ser muito valorizadas pelo entrevistador no processo seletivo.

4. Participe das dinâmicas, sem “atropelar” os colegas

Trabalhar bem em grupo nem sempre é fácil. Algumas vezes as opiniões serão diferentes e, como você já sabe, é preciso controlar as emoções.

Seja ativo, mostre seus talentos e conhecimentos, mas tenha cuidado para não “atropelar” os colegas durante as dinâmicas do processo seletivo, sendo desrespeitoso ou inflexível. Saber ser um líder não tem nada a ver com ser um completo tirano.

Se você não é alguém que toma 100% a frente das atividades, tudo bem. É melhor não tentar encenar ou mostrar algo que você não é, pois com certeza parecerá forçado. Mas, fique ligado, fazer somente o que te mandarem ou ficar muito quieto ao longo de todo o processo seletivo dificulta que o recrutador analise seu perfil e demonstra uma postura passiva demais.

Nesses casos, é importante expor suas ideais e se posicionar de forma confiante em possíveis votações e tomadas de decisão.

5. Não caia na besteira de mentir

Pode parecer óbvio, mas, na busca de tentar impressionar, muitas pessoas acabam pensando que pode ser uma boa ideia criar histórias e contar pequenas (ou grandes) mentiras para tirar vantagem e se sobressair no processo seletivo. Em hipótese alguma caia nessa cilada!

Algumas vezes, a mentira acontece antes mesmo do primeiro encontro cara a cara com o recrutador, já no currículo, sobretudo quando se trata do nível de fluência em idiomas. Apresentar um CV que afirme conhecimentos avançados ou fluência em alguma língua, e ter que admitir a mentira ao saber que o processo seletivo conta com teste prático, além de super desagradável, pode prejudicar sua imagem diante de um profissional de RH que, com certeza, fará recrutamento para outras vagas no futuro.

Já na hora da entrevista presencial, a ideia de mentir também é uma furada, pois quando mentimos, nosso corpo dá indícios através de posturas e gestos, e o entrevistador costuma ser uma pessoa especializada em identificar esses deslizes. Isso sem falar que você corre o risco de se contradizer durante a conversa ou nas próximas etapas do processo, o que seria bem desagradável.

Seja sincero, olhe nos olhos, mantenha-se calmo e responda com a máxima clareza possível. Essa atitude, sim, fará você se destacar como um candidato diferenciado.

 

Vale lembrar que, ao longo de todas as etapas, é imprescindível se mostrar bem educado. Isso envolve não somente travar diálogos agradáveis, como ter respeito pelo profissional de RH e por sua agenda, avisando em caso de imprevistos que impactem tanto no seu não comparecimento quanto em possíveis atrasos.

A pontualidade, aliás, é uma característica muito observada em um processo seletivo. Portanto, caso se atrase, é fundamental mostrar que está ciente dessa “falha” e se desculpar pelo ocorrido.

Sua postura em todas as fases de um processo seletivo é determinante para um bom desempenho, mas nem sempre será sinônimo de uma contratação.

De qualquer forma, é importante ter em mente de que você será enxergado com bons olhos pelos recrutadores e estará bem posicionado, podendo ser, inclusive, lembrado e acionado em futuras oportunidades.

Avance Authent

Com mais de 25 anos no mercado de RH, a Avance Authent oferece vagas em empresas dos mais diversos segmentos, de pequeno a grande porte, nacionais e multinacionais.

Temos oportunidades tanto para profissionais que estão iniciando sua carreira de trabalho quanto para os mais experientes, que já atuam em cargos de liderança.

Nosso processo seletivo leva em conta não somente as necessidades das empresas contratantes, mas, também, as perspectivas e expectativas dos candidatos, promovendo o equilíbrio das relações e quase 100% de assertividade nas contratações.

Conheça nossas vagas e conte com uma equipe especializada para intermediar suas entrevistas.

Post relacionados

15/10/2019 - Recrutadores

Saiba quais características pessoais aperfeiçoar para melhorar seus processos de recrutamento e seleção.

08/10/2019 - Candidatos

Se você fica na dúvida sobre como se sair bem ao encarar a questão “por que devemos te contratar?”, veja dicas de como se sair bem.

02/10/2019 - Recrutadores

Conheça os prós e contras e saiba se adotar o home office com a sua equipe é uma alternativa boa ou não.

Rua Estela, 515 · Bloco E · 17º andar Cj. 171 e 172
Vila Mariana - CEP: 04011-002 · São Paulo/SP

+55 11 5906-7500

+55 11 3262-5562